Alumínio

O alumínio é incluído em embalagens cartonadas assépticas porque evita danos por oxidação e luz, mantendo alimentos perecíveis seguros sem refrigeração e conservantes por meses.

O desafio do alumínio

Na parte interna de nossas embalagens cartonadas assépticas, uma camada de alumínio oito vezes mais fina que um fio de cabelo humano proporciona proteção fundamental contra o oxigênio e a luz, mantendo seguro o alimento perecível, sem refrigeração durante meses. Estamos continuamente inovando para tornar esta camada o mais fina possível e, ao mesmo tempo, pesquisando materiais de barreira alternativos.

Embora a camada de alumínio usada em nossa embalagem asséptica seja mínima, ela também é responsável por cerca de um terço do impacto climático de nossos materiais básicos. Estabelecemos metas rígidas de emissões de CO2 para nossos fornecedores de folhas de alumínio, e estamos continuamente inovando para reduzir o nosso uso, enquanto pesquisamos materiais de barreira alternativos.

O alumínio é incluído em embalagens cartonadas assépticas porque ele evita danos por oxidação e luz. No entanto, sua produção pode ser associada a problemas ambientais e sociais, que vão desde o uso da terra e de produtos químicos perigosos a condições de trabalho, saúde e segurança. Além disso, como o alumínio é comercializado em um mercado aberto, pode ser difícil rastreá-lo até a sua fonte original. A abordagem desses desafios é complexa e requer pesquisa e inovação constantes, além do trabalho junto com várias partes interessadas.

Parcerias com vários negócios

Como membro fundador da Aluminium Stewardship Initiative (ASI - iniciativa de gestão do alumínio), buscamos tratar de questões de sustentabilidade relativas ao alumínio em um nível industrial. Juntamente com a Rio Tinto Aluminium, BMW, Nespresso, WWF e União Internacional para a Conservação da Natureza, estamos trabalhando para definir um padrão mundial que eleve o nível da produção de alumínio ambiental e socialmente. Também somos certificados pelo Padrão de Produção da ASI, que define 59 princípios e critérios ambientais, sociais e de governança.

Em 2019, ajudamos a garantir que mais seis de nossos dez fornecedores de alumínio também fossem certificados. Juntamente com os dois fornecedores já certificados, isso significa que 90% de todos os nossos volumes de alumínio foram cobertos por esse padrão até o final do ano. Os dois fornecedores finais devem ser certificados em 2020.

Além disso, em 2019, ajudamos a garantir que quatro desses fornecedores também sejam certificados para a Cadeia de Custódia (CoC) da ASI, o que permite um vínculo entre as práticas verificadas do Padrão de Desempenho da ASI em etapas sucessivas da cadeia de suprimentos. Isso significa que essa certificação para CoC cobria 75% do nosso volume até o final do ano. Esperamos que a certificação para CoC da ASI se estenda a todos os nossos fornecedores de alumínio até o final de 2020.

Logotipo da ASI

Olhando para o futuro

Estamos trabalhando para desenvolver uma embalagem asséptica que use uma alternativa ao alumínio para sua camada de barreira. Em 2019, entregamos nossa primeira máquina de envase para embalagens assépticas sem alumínio e a solução agora está sendo testada em campo. Nosso objetivo é iniciar uma versão de teste de mercado de uma embalagem asséptica feita totalmente a partir de fontes renováveis até 2022.

A Tetra Pak é certificada pela Aluminium Stewardship Initiative

A Aluminium Stewardship Initiative (ASI) anunciou a Tetra Pak como a sexta empresa, e terceira usuária final do alumínio, a ter a certificação ASI em menos de um ano após o lançamento do programa de certificação.

Leia o release da ASI: A Aluminium Stewardship Initiative certifica a Tetra Pak em relação ao padrão de desempenho da ASI

Quer saber mais sobre o alumínio presente em nossas embalagens cartonadas?